Sobre o PQuENA

PQENA_banner
Para falar sobre o Projeto Quebrando o Encanto do Neo-Ateísmo (PQuENA) vocês precisam saber antes sobre o Quebrando o Encanto do Neo Ateísmo, que foi um blogue apologético teísta que funcionou aproximadamente entre 2009 e 2012, e durante esta época foi uma das fontes mais ricas de material apologético em português contra o neo-ateísmo, que estava na moda. O autor do blog era um anônimo que se entitulava “Snowball”, e provavelmente ninguém conhecia a sua “identidade secreta”.  Falava-se muito sobre ele e o Luciano Ayan serem a mesma pessoa, mas estes boatos foram combatidos pelo próprio Luciano, que é outro blogueiro famoso que é agnóstico e se tem um aspecto mais político nas postagens (não vou colocar detalhes aqui sobre esta história porque é bastante longa e não é o objetivo por agora).Este trecho do site original do Snowball traz um mínimo de informações sobre ele:

Perguntas Frequentes

1. Qual o objetivo desse blog?

O objetivo desse blog é investigar e analisar o fenômeno do neoateísmo, que tem capturado muitos adeptos na Internet. A principal fonte de investigação se encontra nos livros de Richard Dawkins, Christopher Hitchens, Sam Harris e Daniel Dennett, além das alegações mais comuns fornecidas em em textos esparsos, debates ao vivo e na internet.

2. Então você está tentando provar que Deus existe?

Não! Nesse blog, assumo postura agnóstica. A intenção é apenas investigar as alegações dos neoateus, sem fazer um juízo sobre a existência ou não de Deus.

3. Você odeia os ateus?

De forma alguma. Você pode ver minha posição quanto a isso no post Ateus São Lixo! Cocô de 4 patas!, por exemplo.

4. Qual a melhor forma de conhecer seu trabalho?

Uma boa dica seria começar pela seção Truques Neo-Ateístas ou ainda pela seção Séries Especiais. De qualquer forma, você também pode ir lendo os posts mais recentes na Página Principal ou pesquisar por algum termo que você tenha interesse específico, como Richard Dawkins.

5. Qual a frequência de atualização do blog?

O blog será atualizado no mínimo uma vez ao dia, na medida do possível.

6. Afinal, o que é Neo-Ateísmo?

Neo-ateísmo (ou anti-teísmo) é uma nova postura adotada por ateus a partir de um movimento iniciado por Sam Harris e Richard Dawkins. Basicamente, é uma postura militante e proselitista do ateísmo baseado em ideais típicos de mentes revolucionárias. O blog Neo-Ateus, por exemplo, diz que “Os Neo-Ateus são radicais em sua postura anti-religiosa e não só desacreditam divindades como reconhecem que o mundo seria melhor se ninguém acreditasse nelas”

Em meados de 2012, Snowball hospedou seu blogue no host “teismo.net”. Alguns meses depois, todo o site saiu do ar misteriosamente, e também houveram boatos de que foi alguma retaliação por parte de ateus. A versão original, supostamente dada pelo próprio Snowball no Facebook foi esta:

“Nos últimos tempos, os leitores mais assíduos devem ter notado que o site teismo.net, assim como o meu blog Quebrando o Encanto do Neo-Ateísmo (/quebrandoneoateismo) não estiveram acessíveis.

Eis o motivo: devido a complicações financeiras, uma parcela do pagamento mensal ao servidor de hospedagem deixou de ser feita. Assim que ela foi quitada, com as devidas correções exigidas pela empresa, veio a surpresa: todos os arquivos originais que estavam hospedados dentro da conta “teismo.net” – assim como a própria conta, diga-se – foram deletados.

Sim, exatamente. Deletados, apagados, exterminados. Nada sobrou. Tudo que haviamos pensado e traduzido aqui em textos e debates foi retirado da conta para sempre. E embora uma luz inicial tenha surgido – já que o host alegou que poderia recuperar os arquivos, cobrando, é claro, uma “módica” taxa – quando o pedido foi efetuado de maneira formal eles informaram que o backup também acabou sendo apagado e não havia mais como solucionar o problema.

O desânimo que se seguiu foi natural. Além disso, uma vez que se perde a rotina de postar e os deveres da vida cotidiana (trabalho, família, estudos pessoais, etc.) acumulam-se, torna-se mais difícil ainda voltar ao ritmo antigo.

Se vocês desejavam saber o que ocorreu em relação ao período em que o site inacessível, este é um resumo que penso ser tanto sucinto quanto justo.

Estou aberto a outros esclarecimentos. Fiquem à vontade para comentar.”

Toda a blogosfera apologética brasileira se sentiu comovida com o ocorrido, e por isso muitos se mobilizaram para tentar recuperar as postagens valiosas do antigo blogue e reuni-las novamente. Não demorou muito para que isto acontecesse. Em pouco tempo conseguiram recuperar a maioria dos posts e esta página foi criada. Assim começou a história do PQuENA, que pretende ser uma “pequena” contribuição para a apologética teísta brasileira.

Desde a sua criação, o PQuENA era um blogue simples, com apenas as colagens dos artigos antigos de Snowball, contendo vários links quebrados e com uma formatação não-convencional. Os editores do blogue planejaram algumas modificações para melhorar a qualidade do material, que foram concretizadas em janeiro de 2014:

  • Todos os Links foram alterados para ligar-ses às postagens do blogue atual.
  • Os textos foram formatados e organizados e algumas notas dos editores foram incluídas (demarcando links quebrados ou alterações necessárias do texto).
  • A página foi enriquecida com ligações para outros blogues atuais da área, relacionados ou não a este projeto.
  • TODAS as postagens foram disponibilizadas separadamente em formato pdf, para facilitar a leitura offline e impressão dos textos.
  • A seção de comentários foi bloqueada (isso soa meio controverso, mas há dois motivos: primeiro, nós [os editores] não somos os autores originais, logo cremos que não temos o direito de responder por tais textos; segundo, não teríamos tempo de acompanhar os comentários, afinal possuímos outras atividades, ligadas ou não com a apologética cristã).

Esperamos que aproveitem o resultado do nosso trabalho e que, se possível, contribuam com ele.

Sinceramente,

os editores.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s